Cabelos diferentes

Como cuidar da pele e do cabelo no verão?

O verão é a estação do ano mais esperada pelos brasileiros: é o período que coincide com as férias escolares e carnaval, sendo sempre um ótimo convite para ir à praia ou se refrescar na piscina.

Mas nem tudo são flores: é importante se lembrar de que estes momentos de diversão devem ser acompanhados de proteção para a pele e para os cabelos. Assim será possível relaxar sem peso na consciência e evitando problemas futuros.

Pensando no seu bem-estar, preparamos este artigo para explicar quais são os cuidados a serem tomados nesta estação. Fique com a gente!

Como o sol, o mar e as piscinas podem prejudicar os cabelos?

As atividades físicas ao ar livre são recomendadas pelos médicos devido aos inúmeros benefícios que trazem à saúde física e mental. Os esportes aquáticos e os mergulhos também são indicados, já que apresentam baixo risco de lesão e podem ser praticados quase sem exceção por todos.

Entretanto, isso não quer dizer que não devamos tomar algumas precauções com estas práticas, pois o sol, a água salgada do mar e o cloro das piscinas trazem malefícios, principalmente para o cabelo. Vamos entender a interação de cada um deles com os fios? Veja a seguir:

O sol e a saúde dos fios

                       Cabelos ao sol

Começamos pela nossa estrela maior: o sol. Além de a exposição ser preocupante para a saúde da pele – daí a insistência em recomendar o uso de protetor solar e de roupas com proteção UV -, ele também traz danos para as madeixas que ficam muito tempo expostas aos seus raios.

Os fios de cabelo têm como função original proteger o couro cabeludo do calor do sol. Eles são compostos de queratina e de moléculas de água, protegidos na parte interna do fio por uma camada chamada cutícula.

Quando ficamos muito tempo sob o sol, a cutícula enfraquece, o que faz com que o fio perca os componentes que garantem sua saúde, brilho e maciez. Além disso, os raios UVA também são capazes de desbotar a cor dos fios, sendo ela artificial ou não.

O mar e as madeixas

                        Mar e os cabelos

Um mergulho no mar é sempre uma ótima saída para se refrescar, principalmente nos dias mais quentes. Você não deve deixar de aproveitar esta oportunidade, mas é interessante tomar algumas precauções para evitar os danos aos seus fios.

Isso porque a água salgada faz com que a proteção natural do cabelo seja desgastada, já que o sal provoca desidratação, o que implica perda das moléculas de água dos fios.

Como este componente é essencial para a saúde das madeixas – já que as partículas de água são responsáveis pela hidratação -, o cabelo fica quebradiço, seco e sem vida.

A saúde dos fios e as piscinas

                        Cabelos na piscina

Por fim, falemos das piscinas. Por mais que suas águas não sejam do mar, elas apresentam uma alta concentração de cloro, elemento que possui o sal como um de seus maiores componentes.

O cloro tem a função de zelar pela qualidade da água e combater micro-organismos que poderiam ocasionar doenças nos banhistas. Porém, no que diz respeito à saúde dos fios, ele enfraquece a cutícula, fragilizando a camada de queratina e causando a perda das moléculas de água.

Você já sabia de todas estas informações? Conhece as medidas protetivas para aproveitar o verão e ao mesmo tempo cuidar da saúde de seu cabelo? Se a resposta for negativa, não há problema. No próximo tópico trazemos as dicas necessárias para que ninguém saia prejudicado da estação mais aguardada do ano!

Como se proteger no verão?

                      Produtos para cabelo

Como vimos, uma simples caminhada à beira mar ou um mergulho na praia ou na piscina são capazes de causar problemas para a saúde da pele e do cabelo.

Por isso, reunimos aqui uma série de atitudes, de acessórios e de produtos que podem auxiliar na proteção contra os raios UV, o sal e o cloro, permitindo que qualquer um possa continuar aproveitando a tranquilidade que estes ambientes proporcionam. Confira agora!

  • Molhe os cabelos antes da exposição

Uma dica caseira indicada por cabeleireiros é molhar o cabelo com água doce antes de ficar exposto ao sol. Ao fazer isso, de alguma forma, a pessoa reduz os maus efeitos, pois os fios já estarão envoltos em um componente que faz bem a sua saúde.

  • Use cosméticos para cabelos

Diversas marcas de produtos para cabelos vêm desenvolvendo, nos últimos anos, linhas que dão atenção especial aos problemas que podem ser causados pelo verão.

Geralmente são artigos que podem ser usados por qualquer tipo de cabelo – sendo recomendados para uso adicional aos produtos que a pessoa já utiliza para a tipologia específica de seus fios. Conheça agora alguns deles:

  • Spray protetor

Este produto foi criado para ser utilizado com a mesma função que um protetor solar tem para a pele. Ele deve ser aplicado antes de sair de casa, pois promove a selagem dos fios, reduzindo a interação entre a parte interna do cabelo com os raios UV e as águas que não são doces.

Mas atenção: no caso de quem prefere as piscinas, alguns clubes não permitem a utilização deste tipo de substância em seus espaços. Certifique-se das regras!

  • Shampoo anti-resíduo

Este é o produto mais importante desta lista, juntamente com os cremes de hidratação. Ao sair do mar ou da piscina, é crucial que a pessoa vá para o chuveiro mais próximo retirar ao menos o excesso de sal ou de cloro dos cabelos. Esta ação deve ser feita com um shampoo anti-resíduo.

A sua fórmula traz agentes responsáveis por fazer uma limpeza profunda em todos os fios, já que ela é capaz de abrir a cutícula e retirar todas as impurezas que encontrar na estrutura interna.

  • Hidratantes

Como o seu próprio nome indica, os hidratantes têm como função fornecer as moléculas de água à estrutura dos fios, fazendo com que fiquem macios, brilhantes e sedosos.

Por serem constantemente agredidos, especialmente no verão, é preciso que o ritual de hidratação seja feito com mais frequência nesta temporada, pelo menos duas vezes por semana.

Para isso, basta utilizar uma máscara de hidratação específica para o seu tipo de fio ou optar por aquelas indicadas para quem está em fase de reconstrução das madeixas.

O processo pode ser completado com um condicionador de sua preferência, que pode ser aplicado nas pontas para selar o fio e com a utilização de cremes para pentear, que são opcionais, mas redobram o cuidado com o cabelo.

  • Chapéus

Além dos produtos para cabelo, os acessórios também têm um papel fundamental em sua proteção, sendo os chapéus os destaques desta linha.

Atualmente, há no mercado chapéus fabricados com protetor solar filtro 50, que impedem a ação dos raios UV. Os médicos dermatologistas recomendam também os que possuem abas e cores escuras, já que estas são capazes de filtrar a radiação.

  • Toucas

As toucas são um item indispensável para quem deseja proteger os fios do cloro e, ao mesmo tempo, evitar que eles caiam na piscina.

Entretanto, vale lembrar que as de borracha também podem trazer malefícios aos fios, pois o atrito os deixa quebradiços. Para que isso não aconteça, o recomendado é utilizar uma touca de pano debaixo da touca de natação.

  • Roupas com proteção UV

Outra dica de superproteção são as roupas com filtro UV. Há blusas, camisas e artigos de banho que combatem tanto os raios UVA quanto UVB, os causadores de câncer de pele.

O melhor de tudo é que estas peças são fresquinhas, sendo agradável vesti-las em dias mais quentes e sem restrições para o mergulho.

  • Filtro solar

Por fim, mas não menos importante, o filtro solar é um dos itens sempre lembrados quando pensamos na proteção da pele.

No mercado atual, há filtros com diversos fatores, os quais atendem a diferentes tipos e tons de pele. Alguns, inclusive, já podem ser encontrados de forma integrada a outros produtos, como bases.

Mas lembre-se: diferentemente das roupas com filtro UV, o filtro solar não é efetivo contra os raios UVB. Por isso, o ideal é usá-lo uni-lo a outros métodos de proteção.

A nossa recomendação é dispor de recursos que, ao mesmo tempo, protejam dos raios solares, da concentração de cloro e do sal das águas. Assim você estará protegido tanto na praia como na piscina.

Como cada cabelo interage com a água do mar e da piscina?

                     praia e piscina

Nos últimos anos, as informações sobre os diferentes tipos de fios estão crescendo e são cada vez mais acessíveis.

Se antes havia orientações genéricas para todas as cabeleiras, hoje há dados detalhados sobre as características de cada fio e como tratá-lo da melhor maneira. E, felizmente, a indústria de cosméticos está investindo para desenvolver produtos específicos para todos os tipos.

Com este novo momento, há estudos que pesquisam a fundo a interação que cada tipo de cabelo tem com a água do mar (e o sal) e com a água de piscina (e o cloro), investindo assim no tratamento adequado para a sua proteção e reparação.

Pensando na saúde das suas madeixas, separamos informações específicas para cada tipo de fio. Siga lendo e arrase no verão!

  • Cabelos lisos (fios 1A, 1B e 1C)

Por serem naturalmente muito oleosos, eles tendem a acumular mais as impurezas oriundas do mar e da piscina.

Por esta razão, é muito importante a utilização de shampoo anti-resíduo e de um condicionador próprio para este tipo de cabelo. Depois de lavar, não se esqueça de pentear para não criar nozinhos.

  • Cabelos ondulados (fios 2A, 2B e 2C)

Os cabelos ondulados trazem a mistura de características dos cabelos lisos com dos cacheados. Geralmente suas pontas são naturalmente ressecadas por conta da curvatura.

Ao interagir com água do mar ou de piscina, eles tendem a ficar embaraçados e com muito frizz. Neste caso, os especialistas orientam o uso de cremes para cabelo com filtro UV antes de dar aquele mergulho e uma lavagem completa para os fios logo ao sair da água.

Como as pontas tendem a ter um aspecto mais ressecado nesta situação, é importante aplicar Manteiga de Karité e Óleo de Argan para devolver a maciez e o brilho que os cabelos merecem.

  • Cabelos cacheados ( fios 3A, 3B e 3C)

Por conta de seu formato, os cachos ficam enfraquecidos em contato com a água do mar ou da piscina.

Para a redução de danos, é importante começar os cuidados antes de sair de casa. Você pode optar por fazer a lavagem dos fios com água doce e aplicar cremes que contenham filtro UV.

Ao sair da água, é recomendado correr para o chuveiro e tirar imediatamente as impurezas acumuladas. Não deixe de aplicar uma máscara de hidratação própria para o tipo de fio e fazer a finalização com um ativador de cachos com filtro UV.

  • Cabelos crespos (fios 4A, 4B e 4C)

Os cabelos crespos são naturalmente mais desidratados que os demais tipos, já que quanto mais curvo o fio, mais difícil fica o transporte de nutrientes do couro cabeludo até as pontas.

Por isso, o cuidado com as madeixas deve ser redobrado, pois elas precisarão de mais hidratantes para se recuperar dos efeitos do sal e do cloro. Sendo assim, não deixe de utilizar o shampoo anti-resíduo e de abusar das máscaras de hidratação.

Também é recomendado o uso de óleo de coco para umectação e de cremes para pentear com filtro UV.

Esperamos que você tenha gostado das nossas dicas e, acima de tudo, passe a adotá-las a partir da sua próxima ida à praia ou a piscina. Cuide de sua pele, do seu cabelo, fique sempre linda e não deixe de aproveitar tudo o que o verão pode te oferecer. Até a próxima!

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *